ESPÉCIE DE GRAMÍNEA CRITICAMENTE EM PERIGO É OBJETO DE PESQUISA E CONSERVAÇÃO NO JARDIM BOTÂNICO DE POÇOS DE CALDAS

O Jardim Botânico de Poços de Caldas tem como missão a conservação da flora regional, sendo o foco principal, a região do planalto de Poços de Caldas e áreas de importância ecológica adjacentes. Infelizmente, em virtude de diversos fatores, a diversidade biológica vem sendo cada vez mais ameaçada, correndo risco de ser extinta.

A Lista Nacional de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção, disponibilizada pelo Ministério do Meio Ambiente em 2014, reconhece que há a ocorrência na região de várias espécies em risco de extinção. Destas, um total de 16 espécies, variando desde plantas herbáceas e gramíneas até árvores de grande porte, já tiveram sua ocorrência confimada através de expedições e trabalhos realizados pela equipe técnica do Jardim Botânico de Poços de Caldas.

Dentro das ações que visam a conservação de espécies ameaçadas de extinção do planalto de Poços de Caldas, relizado pela Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas, consta a espécie criticamente em perigo de extinção Anthaenantiopsis fiebrigii pertencente a família botânica Poaceae (gramíneas), a qual possui uma distribuição bastante fragmentada. Ocorre na Bolívia, Paraguai, Argentina e no Brasil. No Brasil, ocorre pontualmente em apenas três estados: no Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e em Minas Gerais. Sendo que em Minas Gerais, ocorre apenas no município de Poços de Caldas, com histórico de registros de apenas duas coletas, uma em 1960 no “Morro do Ferro” e outra em 1982 no “Campo do Saco”.

Atualmente, com o esforço de coleta e mapeamento realizado pela equipe do Departamento Técnico Centífico da FJBPC, foram encontrados três novos pontos de ocorrência da espécie, sempre em campos de altitude próximo a locais de nascente d'água. Sendo que um dos locais se encontra dentro da área da própria FJBPC. A dificuldade em encontrar o capim se dá principalmente à complexidade de identificação, uma vez que só é possível a confirmação da espécie após a floração.

Categoria: 
Conservação
Pesquisa

PROJETO DE ETNOBOTÂNICA É TEMA DE DESTAQUE EM ESTANDE NO "XIV CONGRESSO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE"

 
A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas - FJBPC desenvolve atividades de pesquisa, conservação, e educação ambiental sobre a flora do Planalto de Poços de Caldas. Entre os trabalhos desenvolvidos em campo e no laboratório, técnicas que visam a conservação de espécies nativas são empregadas.
 
Em Janeiro de 2017, uma nova vertente começou a ser trabalhada na FJBPC, a qual possibilitou por meio de pesquisas em literatura e também práticas, a criação e desenvolvimento do Projeto de Etnobotânica denominado “PARIPAROBA”, onde são integradas as propriedades e funções para espécies vegetais diversas, quanto ao uso místico, religioso, medicinal, culinário e artístico, por meio do  resgate cultural da região.
 
Com base nessas informações, foi organizado e produzido o estande da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas para o "XIV Congresso Nacional de Meio Ambiente" que ocorreu de 26 à 29 de setembro em Poços de Caldas - MG. O estande do Jardim Botânico de Poços de Caldas teve por objetivo apresentar uma exposição de fotos, videos e outros materiais sobre o projeto supracitado. Destaque especial para a disposição de parte da coleção de plantas vivas, cultivadas em vasos no Jardim Botânico, entre elas: Sálvia vermelha (Salvia microphylla), Atroveran (Ocimum selloi), Melissa (Lipia alba), Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata), Manjericão (Ocimum basilicum), Lavanda (Lavandula dentata), Erva Luísa (Aloysia triphylla),  Arruda (Ruta graveolens) e Arnica (Solidago chilensis).
Categoria: 
Educação Ambiental

JARDIM BOTÂNICO REALIZA DOAÇÃO DE MUDAS FLORESTAIS NO DIA MUNDIAL SEM CARRO

Com o crescimento da população, difundiu-se o uso do automóvel como meio principal de locomoção. As pessoas o utilizam para o deslocamento entre diferentes lugares, muitos deles distantes entre si. Dessa forma, o carro tornou-se parte integrante de nossas vidas, de forma que, para muitos, é difícil pensar a vida sem ele.

Esse aumento na utilização de automóveis, se facilita a vida de um lado, acarreta problemas por outro, pois aumenta o consumo de combustíveis e, consequentemente, gera mais poluentes para a atmosfera, principalmente o gás carbônico (CO2).

Em razão desse problema, foi criado o Dia Mundial sem Carro, celebrado em 22 de setembro. A partir daí, gradativamente vários outros lugares passaram a celebrá-la. O objetivo principal do Dia Mundial Sem Carro é estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias que revejam a dependência que criaram em relação ao carro ou moto. A ideia é que essas pessoas experimentem, pelo menos nesse dia, formas alternativas de mobilidade, descobrindo que é possível se locomover pela cidade sem usar o automóvel.

No Brasil, desde 2001, movimentos colocam a prática do Dia Mundial sem Carro em atividade, não tão somente deixando o uso do automóvel, mas promovendo incentivos para que as pessoas utilizem meios alternativos de deslocamento nas cidades, principalmente com o uso da bicicleta para percorrer certas distâncias. Com isso, além de emitir menos poluentes na atmosfera, também há a promoção da mobilidade urbana, o que proporciona uma melhoria na qualidade de vida para a população.

Em Poços de Caldas, o Dia Mundial sem Carro também foi celebrado sexta-feira (22) no trecho da rua São Paulo entre a rua Assis Figueiredo e a Praça Pedro Sanches, sendo interditado para carros e motos das 8h às 19h. Esta é a terceira edição do evento, que já aconteceu em 2016 e 2015.

Na ocasião, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas disponibilizou cerca de 120 mudas de espécies florestais nativas. Entre elas, destacam-se as espécies conhecidas popularmente como jabuticaba, pitanga vermelha, uváia, grumixama, palmito juçara e o ipê amarelo da serra.

Categoria: 
Educação Ambiental

1ª JORNADA SOBRE FLORA - JARDIM BOTÂNICO DE POÇOS DE CALDAS

Em atenção ao cumprimento da Lei Complementar n. 37/2003 e, atendendo o disposto no Estatuto e Regimento Interno da Fundação Jardim Botânico de Poços e Caldas, a Divisão de Educação Ambiental no que tange a sua competência e atribuições, busca coordenar a realização de cursos, seminários, palestras, exposições e outros eventos, bem como contribuir para a realização de atividades informativas e educativas sobre questões ambientais junto a comunidade.

Assim, o evento denominado “1ª. Jornada sobre Flora” foi planejado com o intuito de informar, apresentar e evidenciar aspectos importantes que caracterizam a formação da vegetação do planalto de Poços de Caldas. Para tanto, foram convidados especialistas e profissionais da área com o propósito de transmitir conhecimento técnico cientifico, através de um ciclo de palestras, considerando principalmente a tratativa do tema em relação à aspectos locais.

O evento será destinado a professores e demais profissionais de diferentes áreas, em especial, estudantes das áreas de Biologia, Agronomia, Engenharia e Gestão Ambiental. O evento está programado para ser realizado 21 de setembro em comemoração ao dia da árvore.

 

Data: 21 de setembro de 2017

Local: Centro de Visitantes - Jardim Botânico de Poços de Caldas

Rua Paulo de Oliveira, n. 320, Parque Véu das Noivas, Poços de Caldas - MG

Telefone para contato: (35) 3715-6054


 

PROGRAMAÇÃO - 1ª Jornada sobre Flora

 

08:00 - Credenciamento e Abertura

 

08:30 - Palestra "A gênese das paisagens do Planalto de Poços de Caldas, MG e sua influencia na formação da vegetação "

Palestrante: Thomaz Alvisi de Oliveira

Geógrafo, Msc. Geociências e Meio Ambiente e Dr. Geografia

 

10:00 - Palestra "Características das Fitofisionomias do Planalto de Poços de Caldas e alterações da cobertura vegetal"

Palestrante: Allan Arantes Pereira

Eng. Florestal, Msc. Ciências Florestais e Dr. Ciências Florestais

 

12:00 às 13:30 - Intervalo (almoço)

 

13:30 - Palestra "Espécies vegetais ameaçadas no Planalto de Poços de Caldas e Região"

Palestrante: Eric Arruda Williams - Diretor Técnico Científico/ FJBPC

Biólogo, Msc. Biodiversidade em Unidades de Conservação

 

15:00 - Palestra "O uso do banco de sementes florestais contido no Topsoil para a recuperação ambiental em áreas mineradas"

Palestrante: João Paulo Ferreira De Pinho

Eng. Florestal


ENTRADA FRANCA 

Público livre

(estudantes, professores, profissionais das diversas áreas do conhecimento)

VAGAS ESGOTADAS!

INSCRIÇÕES SOMENTE PARA LISTA DE ESPERA

inscreva-se utilizando o link a seguir

Inscrições para lista de espera

Categoria: 
Educação Ambiental

ESPÉCIES PRIORITÁRIAS PARA A PESQUISA E A CONSERVAÇÃO - JARDIM BOTÂNICO

O Jardim Botânico de Poços de Caldas tem como missão a conservação da flora regional, sendo o foco principal, a região do planalto de Poços de Caldas e áreas de importância ecológica adjacentes. Em especial, pode-se destacar a Área de Proteção Ambiental - APA Santuário Ecológico da Pedra Branca, por se tratar de um local que apresenta uma diversidade biológica bastante rica e peculiar. Infelizmente, em virtude de diversos fatores, esta riqueza vem sendo cada vez mais ameaçada, correndo risco de ser extinta.

A Lista Nacional de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção, disponibilizada pelo Ministério do Meio Ambiente em 2014, reconhece que há a ocorrência na região de várias espécies em risco de extinção. Destas, um total de 16 espécies, variando desde plantas herbáceas e gramíneas até árvores de grande porte, já tiveram sua ocorrência confimada através de expedições e trabalhos realizados pela equipe técnica do Jardim Botânico de Poços de Caldas.

Os profissionais do Departamento Técnico Científico do Jardim Botânico de Poços de Caldas, vêm concentrando esforços para a conservação dessas espécies. Os trabalhos incluem a marcação e delimitação da área de ocorrência das populações, coleta de sementes ou propágulos, cultivo em laboratório, produção de mudas e posterior devolução de novos indivíduos nos locais de ocorrência.

Acesse o arquivo com a relação de especies prioritárias para a pesquisa e a conservação clicando aqui,

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!