Doação de centenas de Mudas de Ervas Medicinais

Jardim Botânico de Poços de Caldas entrega centenas de mudas de Ervas Medicinais em comemoração aos 147 anos de Poços de Caldas.

A entrega das mudas foi realizada no período da manhã do dia 14 de Novembro.

Ilustradora de livros de Erico Verissimo expõe telas no Jardim Botânico de Poços de Caldas 17/10

 

A artista Isolde Helena Brans,que há 2 anos vive em Poços de Caldas,vai expor dez obras inéditas em acrílico sobre tela na Galeria Anders Fredrik Regnell – Fundação Jardim Botânico.

Gaúcha de Porto Alegre, hoje com 88 anos, Isolde sempre foi uma mulher que esteve à frente de seu tempo. Ela insistia em contrariar seus professores no Instituto de Belas Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul produzindo trabalhos abstratos, apesar do academicismo imposto na época.

Apadrinhada por Assis Chateaubriand, foi bolsista no Instituto de Arte Contemporânea do MASP, em São Paulo. Em seguida, ela viajou para Itália com uma bolsa para estudar pintura mural –affreschi , no Istituto Statale d’Arte di Roma e mosaico em Ravena. Nesta época recebeu o prêmio ex aequo, durante a Mostra per artisti stranieri residenti in Itália, com a obra Mãe Retirante em Terracina, Itália.

De volta ao Brasil ilustrou alguns livros, entre eles, os do escritor Erico Verissimo e se dedicou a pesquisar a História da Arte Brasileira, publicando artigos e livros sobre o tema (Profetas ou Conjurados, 1982).

Sob a curadoria de Angela Caruso a artista presenteia o público com uma mostra de dez obras em acrílico sobre tela, produzidas entre os anos de 1990 e 2000. Sua estética de cores vibrantes e linhas orgânicas nas obras abstracionistas e figurativas nos dão a impressão de que elas recém saíram do cavalete de seu ateliê.

Informações:

Exposição: Isolde Helena Brans em retrospectiva

Curadoria: Angela Caruso

Vernissage: dia 17/10 às 16h –Galeria Anders Fredrik Regnell – Fund. Jardim Botânico de Poços de Caldas

Aberta ao público de 17/10 a 18/01/2020 – segunda a domingo das 9h às 15h

Minicurso: Vivência em Compostagem

 
No dia 14 de setembro (sábado), professores e estagiários da Universidade
Federal de Alfenas (UNIFAL), em parceria com a Fundação Jardim Botânico de Poços
de Caldas, irão realizar a 1º edição do Minicurso: Vivência em Compostagem – Curso
básico de Leira Estática (Método UFSC). O minicurso, que está sob coordenação do
professor Thales Trez (UNIFAL), será dividido em módulos teórico e prático, nos quais
os participantes irão aprender e visualizar os processos de montagem da composteira,
resíduos que podem ou não serem utilizados, e manejo da composteira até a etapa final,
que resulta na obtenção do composto orgânico que pode ser utilizado como adubo. As
composteiras presentes no Jardim Botânico serão utilizadas na parte prática do curso.
As inscrições serão realizadas no período de 09 a 13 de setembro. Serão
ofertadas 30 vagas para a realização do curso, com emissão de certificado. Maiores
informações pelo site: facebook/decompondo ou diretamente através do site do CAEX:
https://sistemas.unifal-mg.edu.br/app/caex/inscricoes/

AÇÃO CONSCIENTIZA SOBRE RECICLAGEM E MEIO AMBIENTE

Foram distribuídas mudas de plantas medicinais

O Dia do Meio Ambiente foi lembrado em Poços com a realização de uma campanha de conscientização, na quarta, 5, que envolveu diversas entidades ligadas ao setor e à sustentabilidade no município. As pessoas que passaram pela rua Assis Figueiredo com Prefeito Chagas, foram orientadas quanto à reciclagem de óleo, quanto às ações desenvolvidas na Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas, sobre a reciclagem de lixo e também acerca da importância do uso consciente da água.

Foram distribuídos 800 chaveiros, confeccionados com a semente da araucária, o popular pinhão, folders, copos de água mineral, funil para armazenar óleo usado e mudas de plantas medicinais e frutíferas.

A ação, denominada “1 Minuto para o Meio Ambiente” teve por objetivo promover a conscientização ambiental e a participação da população em relação ao tema. Participaram o DMAE, a Coorpergore, o Jardim Botânico, Polícia Militar do Meio Ambiente e cooperativas de reciclagem.

O prefeito Sérgio Azevedo conferiu a ação e parabenizou todos os envolvidos na campanha. Ele esteve acompanhado pelo diretor da FJBPC, Valdir Sementile e do diretor Sebastião Ferreira, além de servidores e voluntários.

 

                

 

 

 

 

 


Inauguração da Galeria de Artes Anders Fredrik Regnell

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas realizou, na tarde de sábado 18 de maio de 2019, a inauguração da galeria de arte Anders Fredrik Regnell. A solenidade de inauguração contou com a presença de autoridades dos poderes executivo, legislativo, de universidades, servidores municipais e moradores da comunidade.

Inserida na Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas, a galeria torna-se um espaço destinado à exposição de todas as formas de expressão das artes visuais, pintura, escultura, fotografia, bem como encontros para leitura, debates, cursos, oficinas e contato direto de artistas com o público.

A galeria se apresenta com intuito de disseminar e fomentar a cultura, agregar valor na formação dos frequentadores, trabalhadores e visitantes da fundação, contribuindo para a popularização da arte e divulgar o trabalho de artistas locais e regionais.

Uma política para uso de espaço de exposições foi desenvolvida a fim de garantir que temáticas estejam vinculadas às ações de pesquisa e preservação desenvolvidas no Jardim Botânico.

As exposições na galeria Regnell respeitarão os eixos temáticos relacionados a terra, flora e fauna como patrimônio biológico, perspectiva da história, da ciência e da técnica, objeto social, perspectiva dos hábitos, usos, costumes, tradições e simbolismos. Desta forma, as exposições na galeria estarão intrinsecamente relacionadas aos propósitos do Jardim Botânico enquanto museu vivo e a formação cultural para a preservação dos bens naturais.

A reserva para o uso da galeria respeitará calendário anual estabelecido pelo conselho curatorial a quem cabe a avaliação das propostas de exposição apresentados pelos proponentes inscritos.

O evento inaugural contou com a exposição “Gaia” do artista plástico Luiz Mota que apresentou uma seleção de obras que trazem pássaros, abelhas e outros animais em aquarela, óleo e pastel, tendo como pano de fundo o próprio Jardim Botânico.

O artista agradeceu a oportunidade de mostrar seu trabalho em espaço voltado para a natureza. A exposição é composta por 20 telas e ficará na galeria até o dia 18 de agosto de 2019 e a visitação é gratuita.

  

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!