FJBPC E APIS POÇOS DISCUTEM PARCERIA

Reunião entre Jardim Botânico e Associação dos Apicultores do Planalto de Poços de Caldas visa criação de Meliponário

No último sábado, 09, a equipe de Divisão de Educação Ambiental (DEA) da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição de administração indireta da Prefeitura de Poços de Caldas, município do Sul de Minas Gerais, se reuniu com o presidente da Associação de Apicultores do Planalto de Poços de Caldas e Região (APIS Poços), Joel Torres, e demais diretores no intuito de discutir detalhes e atribuições de cada instituição para a elaboração e execução de projeto de parceria para a efetivação de meliponário nas instalações da FJBPC.

Tal convênio, denominado projeto “Rede de Criadores de Abelhas Indígenas sem Ferrão”, se norteia no incentivo à implantação de colônias de melíponas – abelhas nativas indígenas que são desprovidas de ferrão e são excelentes polinizadoras – em áreas de agricultura, em especial a familiar, visando contribuir para o aumento do emprego e renda.

A parceria está centrada no desenvolvimento e ampliação do conhecimento de relações interdependentes que ocorre entre flora e fauna do Planalto de Poços de Caldas, sobretudo, a ampliação da diversidade vegetal da região.

Inicialmente, o projeto visa à implantação de um meliponário – coleção de colmeias –, nas dependências da FJBPC e, posteriormente, em contrapartida, a instituição cederá colmeias, devidamente criadas em caixas específicas, aos interessados em sua propagação.

Conforme discutido durante a reunião do último sábado, caberá à Associação de Apicultores do Planalto de Poços de Caldas a entrega dos enxames, ao passo que será da competência da FJBPC, através da DEA, efetivar a criação do meliponário e acompanhar o desenvolvimento das espécies.

Categoria: 
Pesquisa
Educação Ambiental

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!