FJBPC PARTICIPA DE DIA DE CAMPO SOBRE OLIVICULTURA

Evento aconteceu no Campo Experimental da Epamig em Maria da Fé e atraiu inúmeros interessados em iniciar cultivo

Através do Núcleo Avançado de Visão Empreendedora em Olivicultura (NAVE Oliva), coordenado pelo engenheiro agrônomo Gabriel Bertozzi, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição da administração indireta da prefeitura do município Sul-mineiro, participou do 11º Dia de Campo – Olivicultura dos Contrafortes da Mantiqueira, realizado na última sexta-feira, 11, no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) em Maria da Fé, município também do Sul de Minas, que reuniu pesquisadores, técnicos, olivicultores, empresários e interessados em iniciar a cultura da oliveira na região.

Durante o evento, que foi prestigiado pelo presidente da Epamig, Rui da Silva Verneque (foto ao lado), foram ministradas cinco palestras que apresentaram detalhes sobre os resultados de estudos de polinização, plantio, manejo e conservação do solo para cultura de oliveira e pós-colheita da azeitona, além de relato sobre as repercussões da olivicultura na mídia nacional, apresentado pela jornalista Samantha Mapa, da Assessoria de Comunicação da EPAMIG.

O pesquisador da EPAMIG Adelson de Oliveira (foto abaixo) irá apresentar estudos sobre extração de óleo fino de abacate pelo sistema de centrifugação, o mesmo utilizado no processamento de azeite de oliva, no Campo Experimental de Maria da Fé. Ele irá mostrar como o óleo de abacate pode ser uma alternativa para os olivicultores em período de entressafra.

FJBPC

Além de marcar presença no evento, o Dia de Campo foi bastante positivo para a FJBPC por meio do NAVE Oliva.

De acordo com o coordenador do Núcleo, além de poder tomar ciência dos resultados das últimas pesquisas e conhecer alternativas que podem ser sugeridas, participar deste Dia de Campo sobre Olivicultura promovido pela Epamig permitiu avançar nas intenções que a FJBPC tem no tema através do NAVE Oliva.

Bertozzi aproveitou a presença do presidente Rui Verneque (foto) para apresentar alguns projetos do setor da FJBPC sobre a olivicultura e dessa conversa saiu a determinação para que a Coordenação do Campo Experimental de Maria Fé providencie o que for necessário para firmar convênio técnico-científico com a instituição poços-caldense.

Polo do Azeite

A região dos Contrafortes da Mantiqueira, que engloba municípios dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, é pioneira na extração de azeite extra virgem nacional e tem se consolidado como polo de produção de óleos frescos e artesanais de qualidade.

Para a safra 2016, são esperadas cerca de 220 toneladas de azeitonas de diversas variedades, como Arbequina, Grappolo, Koroneiki, Maria da Fé e Ascolano. O volume de azeite processado em 2016 deve ser cerca de 20 mil litros de azeite.

O produto gourmet atrai chefs, apreciadores e é comercializado em empórios, restaurantes e eventos gastronômicos regionais.

(*) com informações do blog da EPAMIG: epamig.wordpress.com/

Categoria: 
Pesquisa

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!