Sobre o Jardim Botânico de Poços de Caldas

 

 

 

 

JARDIM BOTÂNICO DE POÇOS DE CALDAS

MINAS GERAIS | BRASIL

 

 

Rua: Paulo de Oliveira, 320

Bairro: Parque Véu das Noivas / cep: 37704-377

Telefone: (35) 37156054   

Site: http://jardimbotanico.pocosdecaldas.mg.gov.br/

E-mail: jorgejabur@pocosdecaldas.mg.gov.br

Ano de fundação: 2003

Localização: 21°47'09,7"S e 46°34'14,4"W

Dimensões: 450 mil m2 ( 45 hectares )

Vinculação/Administração: Municipal

Principais atividades: Pesquisa, Conservação e Educação ambiental para a Conservação da Flora do Planalto de Poços de Caldas

Acervo: Coleção de Orquídeas, Bromélias, Pteridófitas (Samambaias), Araceae (Antúlho) e coletas herborizadas do planalto . 

 

Registro na BGCI e Agenda Internacional para Conservação da Flora:

http://www.bgci.org/garden.php?id=4184

          

 

Dirigentes:

 

Jorge Elias Jabur

Presidente da FJBPC

 

Wladimir Ferreira Fadini

Presidente do Conselho

 

Bruno Alberto Jorge Figueiredo

Diretor Administrativo-Financeiro

 

João Paulo Braga

Diretor Técnico-Científico

           

 

  O Jardim Botânico de Poços tem sua gestão pela Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas, que foi criada pela Lei Complementar n. 37 , em 2003.

    A instituição foi criada dentro dos conceitos instituídos para um Jardim Botânico, que declarou sua Visão e Missão em março de 2004:

 

VISÃO

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas busca ser  referência em educação ambiental, pesquisa, conservação e manejo de plantas, com ênfase na flora regional.

 

MISSÃO

Atuar na conservação da flora, em especial a do Planalto de Poços de Caldas e região, através da pesquisa, educação ambiental e manutenção de um acervo, em observação aos preceitos legais e científicos, contribuindo para a meta global de manutenção da biodiversidade para as futuras gerações.

        

UM JARDIM NA CRATERA DE UM VULCÃO

Com o lema “Ele será para outras gerações, mas o privilégio de inicia-lo é nosso!”, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas começou suas operações em 11 de outubro de 2003 e desde então trabalha para implantar esse primeiro centro de estudos sobre a flora do Planalto de Poços de Caldas.Sua missão é atuar na conservação da flora, em especial a do Planalto de Poços de Caldas e região, através da pesquisa, educação ambiental e manutenção de um acervo, em observação aos preceitos legais e científicos, contribuindo para a meta global de manutenção da biodiversidade para as futuras gerações.

O Jardim Botânico ocupa uma área de 45 hectares com vegetação representativa da região, onde estão implantadas trilhas interpretativas, coleções e seu centro de visitantes, laboratório e herbário. Ele desenvolve um trabalho pioneiro na aplicação de conceitos para uma arquitetura sustentável no projeto e obra de suas edificações e em seu paisagismo, tendo recebido o Prêmio Mineiro de Iniciativas para a Sustentabilidade, promovido pela FEAM e pelo Governo de Minas Gerais.

O Jardim Botânico é responsável pela gestão da unidade de conservação Parque da Serra de São Domingos, com extensão aproximada de 260 ha de floresta semidecídua e campos de altitude.Trata-se de uma situação geológica, geográfica e ambiental única,extremamente fértil e rica em minerais, marcadas pela ocorrência de diversas fontes de água mineral e afloramentos rochosos. O conjunto preservado situa-se na borda de um vulcão extinto há milhões de anos, sobre solos eutróficos de origem vulcânica.

A altitude do Planalto de Poços de Caldas e sua interação com as massas de ar favorecem precipitações a barlavento, reduzem a evapotranspiração e promovem um balanço hídrico excedentário. A vegetação exuberante reveste toda a encosta, marcada pela presença de araucárias, a árvore símbolo da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas.

Em certos locais, o relevo mais parece uma falésia entalhada por cursos de água e, próximo da sede do Jardim, existe uma imponente cachoeira.

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas busca ser referência em educação ambiental, pesquisa, conservação e manejo de plantas, com ênfase na flora regional.Atuar na conservação da flora, em especial a do Planalto de Poços de Caldas e região, através da pesquisa, educação ambiental e manutenção de um acervo, em observação aos preceitos legais e científicos, contribuindo para a meta global de manutenção da biodiversidade para as futuras gerações.

Além de manter o Programa Permanente de Educação Ambiental: Cultivando Minha Cidade, a FJBPC desenvolve o projeto Conhecer para Conservar: Revelando a Flora do Planalto de Poços de Caldas. Seu primeiro objetivo é documentar a diversidade de plantas do planalto de Poços de Caldas através do resgate da obra de Regnell e de coletas botânicas, obtendo uma seleção de espécies originais desse planalto. Elas constituem a primeira coleção de plantas vivas, o banco de germoplasma e a base do herbário do Jardim Botânico.

O herbário beneficia-se dos resultados do extraordinário trabalho de pesquisa realizado na época do Império no Brasil pelo naturalista sueco Anders Fredrik Regnell. Ele viveu no município de Caldas (MG) de 1840 a 1884, data de sua morte. Nesse período realizou intensas expedições para coleta de exemplares de vegetação da região. Esse material foi herborizado e enviado à Suécia e ao Museu Nacional, no Rio de Janeiro, ao longo do século XIX. Muitas coletas são Tipos Nomenclaturais utilizados para a descrição das espécies, o que engrandece ainda mais a obra de Regnell.

O conhecimento da história do naturalista sueco Anders Fredrik Regnell, pioneiro no estudo botânico da região, vinculado aos conhecimentos de conservação em Jardins Botânicos, produzem programas de educação ambiental direcionados aos visitantes e turistas e, mais especificamente, aos alunos e professores da rede pública de ensino de Poços de Caldas e Caldas, no sentido de conhecer a natureza para melhor conservar.

O projeto também objetiva conservar a diversidade das plantas do planalto através da proteção das espécies nativas em seus habitats originais, no cultivo e na manutenção de plantas nativas nas coleções de plantas vivas ex situ, no Jardim Botânico. Ele busca criar e implementar um programa contínuo de Educação para a Conservação da Diversidade de Plantas do Planalto de Poços de Caldas, com estruturação e institucionalização de equipes de educação ambiental. Sua missão é atuar junto ao público em geral e profissionais do setor, através de palestras, visitas programadas, técnicas e práticas desenvolvidas no local, resguardando a cultura regional.

O Jardim Botânico de Poços de Caldas se pauta pelas normas e recomendações da Rede Brasileira de Jardins Botânicos, atendendo a missão global dos jardins botânicos estipulada pelas Normas Internacionais de Jardins Botânicos e pela Estratégia Global para Conservação de Plantas, eatua junto à Rede na elaboração de planos diretores de ocupação, projetos de arquitetura, paisagismo e na estruturação espacial dos jardins em fase de implantação ou remodelação, como no futuro Jardim Botânico de Cubatão.

 

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!