JARDIM BOTÂNICO RECEBE ALUNOS DO COLÉGIO NINI MOURÃO

Equipe da Divisão de Educação Ambiental acompanhou e explicou os trabalhos que são desenvolvidos na instituição

Nos últimos dias 8 e 13, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição de administração indireta da prefeitura do município Sul-mineiro, 40 alunos do 2º ano do Ensino Fundamental do Colégio Nini Mourão, localizado no Centro da cidade, visitaram as instalações da FJBPC em busca de aperfeiçoamento do conhecimento sobre o meio ambiente e contribuir para a formação de agentes na conservação da natureza.

Os grupos foram recepcionados no Centro de Visitantes e acompanhados pela técnica ambiental da Divisão de Educação Ambiental (DEA), Larissa Barboza. No Centro de Visitantes, os alunos assistiram a uma palestra abordando a importância da conservação das espécies, principalmente daquelas que encontram-se em extinção. Conheceram também os trabalhos de pesquisa e preservação desenvolvidos pela FJBPC.

Após a teoria, os alunos visitaram as instalações do Jardim Botânico, as estufas de produção e propagação vegetal, conheceram algumas das espécies do Planalto de Poços de Caldas, como as que estão ameaçadas de extinção, além das estufas de produção de espécies florestais nativas e cultivo de plantas de coleções temáticas como samambaias, orquídeas, bromélias, aráceas, entre outras.

Visitações

O Jardim Botânico está aberto às visitações gratuitas, tanto para grupos de estudantes de qualquer unidade educacional quanto de turistas e poços-caldenses. Essas visitas acontecem mediante consulta à agenda da Divisão de Educação Ambiental (DEA). Para visitação espontânea de pequenos grupos, com até 10 pessoas, não é necessário o agendamento.

Tanto para a visitação orientada de grupos de estudantes às instalações do Jardim Botânico de Poços de Caldas, quanto a visita da equipe da DEA nas escolas, através do projeto “Jardim Botânico Vai à Escola”, que integra o programa “Cultivando Minha Cidade”, o responsável pela unidade educacional pode entrar em contato para agendamento através do telefone (35) 98427-2036 ou pelo e-mail educacaoambiental.fjbpc@yahoo.com.br, diretamente com a Divisão de Educação Ambiental.

Instituição

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas está localizada à Rua Paulo de Oliveira, 320, Parque Véu das Noivas, zona Oeste do município, e aberta à visitação gratuita de segunda à sexta-feira, das 9h às 16h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h.

A região é atendida pela linha Véu das Noivas/Vale das Antasda Circullare, concessionária do transporte coletivo urbano de passageiros, com saídas da esquina da Avenida Francisco Salles com a Rua Rio Grande do Sul, no Centro da cidade, a cada hora a partir das 6h20.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (35) 98427-2036 ou pelos endereços eletrônicos educacaoambiental.fjbpc@yahoo.com.brou aics.fjbpc@yahoo.com.br.

Categoria: 
Educação Ambiental

Conselho Fiscal recebe convocação

A Presidência da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição da administração indireta da prefeitura do município Sul-mineiro, emitiu convocação na tarde desta segunda-feira, 04, para que os integrantes do Conselho Fiscal da FJBPC se reúnam para análise das contas referentes a 2015.

A reunião deve acontecer às 15h do próximo dia 11 nas instilações da FJBPC e, após parecer, será levado à análise do Conselho Curador, em reunião a ser agendada.

De acordo com a Diretoria Administrativa-Financeira, além de publicação da convocação no Diário Oficial do Município desta terça-feira, 05, os conselheiros fiscais titulares da FJBPC – Alexandre Lino Pereira, Luiz Carlos Machado Júnior e Hélio Froes D’Ancuart –, bem como seus suplentes – Camila Oliveira David, Rita de Cássia Raimundo e Péterson Luís de Lima – serão convocados pessoalmente também nesta terça-feira.

ESTUDANTES DO FUNDAMENTAL II RECEBEM O ‘JARDIM BOTÂNICO VAI À ESCOLA’

Programa visa atingir estudantes de 11 e 12 anos de idade na conscientização sobre espécies ameaçadas

Alunos e alunas do 7º ano do Ensino Fundamental (EFII), estudantes de 11 e 12 anos de idade, da Escola Municipal “Professor Antônio Sérgio Teixeira” receberam a visita do programa “Jardim Botânico Vai à Escola” na última quarta-feira, 23, e ganharam uma muda de Araçá, árvore frutífera da família da goiaba e de fruto semelhante, assim como, também, da família da pitanga.

Esta foi a terceira unidade escolar da rede municipal de ensino a ser visitada este ano pelo programa que é desenvolvido pela Divisão de Educação Ambiental (DEA) da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição da administração indireta da Prefeitura de Poços de Caldas, município do Sul de Minas Gerais.

Com o objetivo de levar conhecimento e buscar a conscientização dos jovens estudantes, durante a palestra que integra o programa, o biólogo e coordenador do DEA, Gustavo Fonseca, e a técnica ambiental, Larissa Barboza, sempre abordam aspectos da flora ou de indivíduo distinto existente no Planalto de Poços de Caldas, além de explicar as atividades e os trabalhos realizados dentro e fora da instituição por seus técnicos.

Em especial, nesta visita à “Professor Antônio Sérgio Teixeira”, além do funcionamento da FJBPC, o tema abordado foram a morfologia e aspectos da Araucária angustifólia, árvore símbolo da instituição, nativa do Brasil que produz a pinha, fruto que fornece o pinhão, semente muito consumida, principalmente, durante as festas juninas em função das festividades coincidirem com a parte de seu período produtor.

Apesar da importância deste indivíduo para o meio ambiente de forma geral e ampla, tanto no conceito flora, como para a fauna, já que seus pseudos frutos (pinhões) são fonte de alimentação não apenas por humanos, mas, principalmente para roedores, como cotias e pacas, e aves, como airus, gralha azul e tucanos, a exploração indiscriminada da madeira da Araucária angustifólia a colocou, desde 1992, na lista oficial das espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção.

Visitações

O Jardim Botânico está aberto às visitações gratuitas, tanto para grupos de estudantes de qualquer unidade educacional quanto de turistas e de poços-caldenses. Essas visitas acontecem mediante consulta à agenda da Divisão de Educação Ambiental (DEA).

Tanto para a visitação orientada de grupos de estudantes às instalações do Jardim Botânico de Poços de Caldas, quanto para a visita da DEA, através do programa “Jardim Botânico Vai à Escola”, o responsável pela unidade educacional pode entrar em contato para agendamento através do telefone (35) 98427-2036 ou pelo e-mail educacaoambiental.fjbpc@yahoo.com.br, diretamente com a Divisão de Educação Ambiental.

Instituição

A Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas está localizada à Rua Paulo de Oliveira, 320, Parque Véu das Noivas, zona Oeste do município, e aberta à visitação gratuita de segunda à sexta-feira, das 13h às 16h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 16h.

A região é atendida pela linha Véu das Noivas/Vale das Antas da Circullare, concessionária do transporte coletivo urbano de passageiros, com saídas da esquina da Avenida Francisco Salles com a Rua Rio Grande do Sul, no Centro da cidade, a cada hora a partir das 6h20.

Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (35) 98427-2036 ou pelos endereços eletrônicos educacaoambiental.fjbpc@yahoo.com.br ou aics.fjbps@yahoo.com.br.

Categoria: 
Educação Ambiental

‘Jardim Botânico vai à Escola’ no CAIC

Divisão de Educação Ambiental inicia visitas às escolas através de projeto que este ano aborda as espécies ameaçadas

A equipe da Divisão de Educação Ambiental (DEA) da Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição de administração indireta da prefeitura do município Sul-mineiro, através do programa ‘Jardim Botânico vai à Escola’ visitou o CAIC Professor Arino Ferreira Pinto, situado no Jardim Esperança, a primeira participante do projeto neste ano. O programa tem como objetivo levar à sala de aula o conhecimento sobre conservação ambiental e a importância de preservar a fauna e flora.

Durante a tarde da última quarta-feira, 16, o biólogo e coordenador do DEA, Gustavo Fonseca, e a técnica ambiental, Larissa Barboza, estiveram no CAIC para apresentar aos 25 alunos do 4º ano do ensino fundamental os trabalhos desenvolvidos no Jardim Botânico, através da pesquisa e conservação, além do conhecimento de espécies ameaçadas do Planalto de Poços de Caldas e as que encontram-se na lista de extinção. Após a parte teórica, os alunos realizaram o plantio de uma Araucária, uma das espécies que se encontram ameaçadas.

Visitações

Tanto para a visitação orientada de grupos de estudantes às instalações do Jardim Botânico de Poços de Caldas, quanto para a visita da Divisão de Educação Ambiental, através do programa “Jardim Botânico Vai à Escola”, o responsável pela unidade educacional pode entrar em contato para agendamento pelo telefone (35) 98427-2036 ou pelo e-mail educacaoambiental.fjbpc@yahoo.com.br, diretamente com a Divisão de Educação Ambiental.

Categoria: 
Educação Ambiental

FJBPC PARTICIPA DE DIA DE CAMPO SOBRE OLIVICULTURA

Evento aconteceu no Campo Experimental da Epamig em Maria da Fé e atraiu inúmeros interessados em iniciar cultivo

Através do Núcleo Avançado de Visão Empreendedora em Olivicultura (NAVE Oliva), coordenado pelo engenheiro agrônomo Gabriel Bertozzi, a Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas (FJBPC), instituição da administração indireta da prefeitura do município Sul-mineiro, participou do 11º Dia de Campo – Olivicultura dos Contrafortes da Mantiqueira, realizado na última sexta-feira, 11, no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) em Maria da Fé, município também do Sul de Minas, que reuniu pesquisadores, técnicos, olivicultores, empresários e interessados em iniciar a cultura da oliveira na região.

Durante o evento, que foi prestigiado pelo presidente da Epamig, Rui da Silva Verneque (foto ao lado), foram ministradas cinco palestras que apresentaram detalhes sobre os resultados de estudos de polinização, plantio, manejo e conservação do solo para cultura de oliveira e pós-colheita da azeitona, além de relato sobre as repercussões da olivicultura na mídia nacional, apresentado pela jornalista Samantha Mapa, da Assessoria de Comunicação da EPAMIG.

O pesquisador da EPAMIG Adelson de Oliveira (foto abaixo) irá apresentar estudos sobre extração de óleo fino de abacate pelo sistema de centrifugação, o mesmo utilizado no processamento de azeite de oliva, no Campo Experimental de Maria da Fé. Ele irá mostrar como o óleo de abacate pode ser uma alternativa para os olivicultores em período de entressafra.

FJBPC

Além de marcar presença no evento, o Dia de Campo foi bastante positivo para a FJBPC por meio do NAVE Oliva.

De acordo com o coordenador do Núcleo, além de poder tomar ciência dos resultados das últimas pesquisas e conhecer alternativas que podem ser sugeridas, participar deste Dia de Campo sobre Olivicultura promovido pela Epamig permitiu avançar nas intenções que a FJBPC tem no tema através do NAVE Oliva.

Bertozzi aproveitou a presença do presidente Rui Verneque (foto) para apresentar alguns projetos do setor da FJBPC sobre a olivicultura e dessa conversa saiu a determinação para que a Coordenação do Campo Experimental de Maria Fé providencie o que for necessário para firmar convênio técnico-científico com a instituição poços-caldense.

Polo do Azeite

A região dos Contrafortes da Mantiqueira, que engloba municípios dos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, é pioneira na extração de azeite extra virgem nacional e tem se consolidado como polo de produção de óleos frescos e artesanais de qualidade.

Para a safra 2016, são esperadas cerca de 220 toneladas de azeitonas de diversas variedades, como Arbequina, Grappolo, Koroneiki, Maria da Fé e Ascolano. O volume de azeite processado em 2016 deve ser cerca de 20 mil litros de azeite.

O produto gourmet atrai chefs, apreciadores e é comercializado em empórios, restaurantes e eventos gastronômicos regionais.

(*) com informações do blog da EPAMIG: epamig.wordpress.com/

Categoria: 
Pesquisa

Valid XHTML 1.0 StrictCSS válido!